PT | EN
incubadora v2 - Incubadoras

INCUBADORAS

As quatro incubadoras para bebés prematuros, adquiridas em 1903 pela Associação, constituem, dentro do conjunto, os objectos com maior valor patrimonial enquanto representantes de um marco importante no avanço científico e tecnológico aplicado aos cuidados da criança, e que levou ao surgimento da neonatologia (Tissot, et al., 2011).

As couveuses d´enfants, como eram designadas, foram desenvolvidas pelo físico francês Alexandre Lion e patenteadas em 1896. Constituindo a mais avançada tecnologia à época, os aparelhos destinados a recriar as condições necessárias para o desenvolvimento de bebés prematuros foram apresentados na Exposição Universal de Paris de 1900, num pavilhão exclusivamente dedicado ao invento, situado junto de um dos pilares da Torre Eiffel.

Os aparelhos foram intervencionados no âmbito do projecto de «Recuperação do Património Histórico da Associação Protectora da Primeira Infância» pela equipa da Archeofactu, empresa especializada no restauro de metais. Dada a relevância desta intervenção no que diz respeito a metodologias e técnicas de restauro, o trabalho foi apresentado na conferência trienal do ICOM-CC, realizado em Lisboa em 2011, sob o tema Património Cultural/Identidade Cultural: o papel da conservação. A comunicação apresentada sobre a intervenção de restauro encontra-se disponível em: www.icom-cc.org

Referências
Tissot, isabel, et. al. (2011). “The conservation if baby incubators: a balance between medical heritage and social history”. ICOM-CC 16th Trienal Conference, lisboa, p.105.

Ficha Técnica | Todos os Direitos Reservados